O português Pedro Sousa, em estreia absoluta em Roland Garros, ficou esta quinta-feira a uma vitória de entrar no quadro principal do “Grand Slam” francês, depois de bater o chinês Ze Zhang.

O quarto jogador português, na posição 246 do “ranking” mundial, superiorizou-se a Zhang, 208.º da hirarquia, em três “sets”, pelos parciais de 6-2, 4-6 e 6-2.

Na ronda decisiva, Pedro Sousa discutirá uma das 16 vagas “oferecidas” pelo “qualifying” com o austríaco Andreas Haider-Maurer, 154º do “ranking” e a tentar a entrada, pela segunda vez, no quadro principal.

Haider-Maurer chegou o ano passado à segunda ronda de Roland-Garros, na quarta vez que figurou no quadro principal de um “major”.

Também em 2011, passou uma eliminatória de Wimbledon e ficou pela ronda inaugural do Open dos Estados Unidos, registo idêntico ao de 2010.

Há pouco menos de um ano, alcançou a melhor posição de sempre no “ranking”, o 70.º lugar e tem como melhor prestação no circuito a final de 2010 do torneio de Viena, perdida para o compatriota Juergen Melzer.

João Sousa, 137.º do Mundo e 27.º favorito neste “qualifying” é o outro português que também está a apenas um triunfo de entrar para o quadro principal, discutindo outra das vagas com o belga David Goffin, número 109 do ATP.

Rui Machado, 79.º da hierarquia mundial, é o único português com entrada direta no quadro principal, enquanto Frederico Gil, Gastão Elias e Michelle Larcher de Brito já foram eliminados nas qualificações.v

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.