O selecionador português de ténis, Nuno Marques, vaticinou hoje que a eliminatória da Taça Davis entre Portugal e a Finlândia, a disputar no fim de semana em Viana do Castelo, será "muito dura", mas manifestou-se confiante na vitória.

"Estamos à espera de uma eliminatória muito dura, preparados para dias intensos, de sofrimento, mas temos uma equipa muito forte e queremos ganhar", afirmou Nuno Marques, na conferência de imprensa de apresentação da eliminatória.

De 17 a 19 de julho, em Viana do Castelo, Portugal e Finlândia vão disputar a segunda eliminatória do Grupo II, Zona Europa/África, da Taça Davis.

Na conferência de imprensa de hoje, realizada em Viana do Castelo, o "capitão" da Finlândia, Kim Tiilikainen, afirmou que Portugal "é a equipa mais forte do grupo", com jogadores "muito talentosos".

"Portugal é uma equipa muito forte e, além disso, beneficia do facto de jogar em casa", acrescentou, manifestando-se convicto de que será um fim de semana de ténis "de alto nível".

Jarkko Nieminen, considerado o melhor tenista finlandês de todos os tempos, previu uma eliminatória "equilibrada" em Viana do Castelo.

João Sousa, Gastão Elias, Rui Machado e Frederico Silva, jogadores da seleção portuguesa, foram unânimes em admitir que será uma eliminatória "difícil" e "complicada" e "bastante renhida", face ao valor da equipa da Finlândia, mas reconheceram que Portugal tem a "vantagem" de jogar em casa.

"Temos jogadores experientes e talentosos e a convicção de que podemos sair com a vitória", disse Gastão Elias. Sobre o piso de terra batida do 'court' do Clube de Ténis de Viana do Castelo, o selecionador português disse que "está um bocado mole", mas sublinhou que "pode melhorar".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.