A seleção nacional feminina de ténis saiu hoje derrotada do confronto com o Egito, referente ao Grupo II da zona Europa/África da Fed Cup, que vai decorrer até 7 de fevereiro no Tali Tennis Centre.

Maria Inês Fonte, número 894 do ‘ranking' WTA, foi a primeira representante nacional a ser chamada para entrar em ‘court' e defrontar Sandra Samir (397.ª WTA), que acabou por vencer o duelo inaugural de singulares em três ‘sets', por 4-6, 6-4 e 6-2, em duas horas e 33 minutos.

Depois de Fonte ter chegado a liderar o seu desafio por 6-4 e 4-2 e ter cedido o primeiro ponto à formação egípcia, Francisca Jorge (561.ª WTA) também esteve em vantagem no seu encontro ante Maiar Abdelaziz, com um ‘set' e dois ‘breaks' acima na segunda partida.

A adversária recorreu, contudo, à sua maior experiência de 188.ª colocada na hierarquia mundial e somou o segundo ponto para o Egito, após três renhidos parciais de 6-7 (5-7), 6-4 e 7-6 (8-6).

Decidida a vitória na eliminatória do Grupo B, disputado ainda pela Dinamarca e Finlândia, Matilde Jorge e Inês Murta conseguiram conquistar no encontro de pares um ponto para o saldo português, ao derrotarem Mai El Kamash e Rana Sherif Ahmed, por 6-2, 5-7 e 6-1, em uma hora e 39 minutos.

A seleção nacional vai defrontar na quarta-feira a congénere da Dinamarca, que hoje bateu a Finlândia por 2-1.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.