Roberta Vinci recusa o favoritismo para o encontro das meias-finais do Estoril Open, contra a estoniana Kaia Kanepi, sexta cabeça de série.

Na final antecipada do quadro feminino, Vinci, a primeira cabeça de série, deixou pelo caminho a antiga número três mundial, a russa Nadia Petrova, com um triunfo pelos parciais de 6-2, 1-6 e 6-4. «Joguei contra ela em piso rápido nos últimos dois jogos [que perdeu], na terra é diferente. Jogo melhor em terra», assumiu a italiana.

A 23.ª tenista do ranking feminino, de 29 anos, confessou ainda estar a jogar «o melhor ténis» da sua carreira.

Porém, Vinci não quer ser olhada como favorita para o encontro das meias-finais com Kaia Kanepi: «Não sou a favorita para este jogo. Não sei o ranking dela, mas penso que todos os jogos são difíceis. Serei a favorita por ter um ranking mais elevado, mas isso não conta no ‘court’».

Roberta Vinci já observou alguns pontos da adversária, mas evita alongar-se em comentários. «Percebi que estava forte, mas não sei o que vai acontecer amanhã [quarta-feira]. Ela é uma grande jogadora».

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.