O tenista português Gonçalo Oliveira foi hoje eliminado na terceira e última ronda de qualificação para Roland Garros, segundo torneio do 'Grand Slam' da temporada, ao perder com o australiano Bernard Tomic, antigo número 17 do mundo.

A tentar chegar pela primeira vez a um quadro principal de um ‘major’, Oliveira, 221.º do mundo, acabou por perder com Tomic, 208.º, por 7-6 (7-5), 7-5, em uma hora e 39 minutos.

Num primeiro ‘set’ em que cada um dos tenistas conseguiu uma quebra de serviço, Gonçalo Oliveira esteve em vantagem por 5-2 no ‘tie-break’, mas acabou por permitir cinco pontos consecutivos ao adversário.

No segundo parcial, Gonçalo Oliveira conquistou todos os seus jogos de serviço sem grande dificuldade até ao 5-5, mas acabou por permitir o ‘break’ aos 6-5, com Tomic a fechar o encontro no jogo seguinte.

Após as eliminações nas rondas anteriores do ‘qualifying’ de João Domingues e Pedro Sousa, a ‘queda’ de Gonçalo Oliveira deixa João Sousa como único representante português no quadro principal do torneio de terra batida parisiense.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto