Rui Machado reduziu hoje para 3-1 a desvantagem de Portugal, já despromovido ao Grupo II, com a Rússia, no terceiro encontro de singulares do “play off” de permanência no Grupo I da Zona Europa/África da Taça Davis em ténis.

Com o destino já definido, Portugal cumpre hoje calendário com a Rússia, no Estádio Olímpico de Moscovo, cabendo a Rui Machado, número três português, disputar o penúltimo confronto com os russos.

O atual número 280 do “ranking” mundial superiorizou-se a Konstantin Kravchuk (217) em três “sets”, pelos parciais de 6-7 (4-7), 6-4 e 6-1.

O último confronto deste “play off” deverá ser disputado entre o jovem Frederico Silva, 332.º da hierarquia, e Andrey Rublev, número 495 da classificação do circuito.

Portugal foi despromovido sábado Grupo II da Zona Europa/África depois de perder o terceiro encontro com a Rússia.

Em pares, no confronto decisivo para Portugal, que tinha perdido na sexta-feira os dois primeiros encontros de singulares, a dupla russa formada por Konstantin Kravchuk e Andrey Rublev venceu Gastão Elias e João Sousa em três “sets”, pelos parciais de 6-3, 6-4 e 6-4.

Na sexta-feira, Gastão Elias, número dois português e 139.º do “ranking” mundial, perdeu o primeiro encontro de singulares frente a Andrey Kuznetsov, 81.º da hierarquia, por 6-2, 6-4 e 6-4.

Depois, foi João Sousa, número um português e 40.º do circuito, a perder com Evgeny Donskoy, na posição 135 da classificação mundial, pelos parciais de 7-6 (7-5), 6-4, 3-6 e 6-1.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.