Novak Djokovic, líder do ‘ranking’ mundial, qualificou-se pela 10.ª vez para as meias-finais do torneio de ténis de Roland Garros, ao superar o espanhol Pablo Carreño Busta, 18.º, no último jogo dos ‘quartos’.

Djojovic bateu Carreño Busta em quatro ‘sets’, pelos parciais de 4-6, 6-2, 6-3 e 6-4, num encontro em que o sérvio foi manifestando sentir dores na cervical em vários momentos, pedindo a intervenção do fisioterapeuta do torneio.

No final do jogo, Carreño Busta criticou o comportamento do adversário.

“Eu sabia que isto poderia acontecer, porque de cada vez que ele está em dificuldade, o Novak faz isso. E se ele fez isso, significa que estava a passar mal no jogo, que eu estava a jogar a um nível alto. Por isso é que ele estava na dúvida e já há muito tempo que ele toma essa atitude. Sempre que o jogo fica complicado, ele pede assistência médica”, disse o espanhol.

“Não sei se é um problema crónico no ombro ou se é mental, mas de cada vez que ele está à rasca no jogo, isto acontece. No US Open, isto também iria acontecer”, admite.

Djokovic vai defrontar Tsitsipas nas meias-finais de Roland Garros, na sexta-feira.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.