Praticamente um ano depois de ter ganho o título em Wimbledon, Serena Williams vai regressar à competição. Dias depois de conquistar o quarto título no Grand Slam britânico, a norte-americana de 29 anos sofreu um corte no pé direito, que a afastou do circuito, onde dominava. Depois de debelado o problema e ultrapassadas outras complicações consequentes (que até puseram a sua vida em perigo), Serena retomou os treinos a cem por cento, e pediu um convite para jogar em Eastbourne, na próxima semana, em relva. Resta saber em que forma é que se encontra, mas a determinação e ambição continuam lá.

«Estou muito entusiasmada por estar suficientemente saudável para competir outra vez. Estes últimos 12 meses têm sido muito difíceis e fortalecedores do carácter. Tenho muito por que estar agradecida. Agradeço à minha família, amigos e fãs por todo o seu apoio. Serena está de volta!», disse a vencedora de 13 Grand Slams em comunicado.

Para trás, ficam as dificuldades em recuperar do corte na planta do pé direito, que requereu 18 pontos e uma cirurgia para reparar o tendão afectado. No início do ano, quando era esperado que Serena voltasse aos courts, foram-lhe detectados coágulos de sangue no pulmão e só um tratamento de emergência lhe salvou a vida.

Serena vai competir no torneio que se disputa no Sul da Grã-Bretanha, onde só jogou em 1998. No quadro de Eastbourne estão, entre outras, Li Na, recente campeã de Roland Garros e a irmã Venus, que também regressa à competição, depois de se ter lesionado, em Janeiro, no Open da Austrália.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.