Apesar dos seus 28 títulos na competição, os autralianos já não chegavam à final desde 2003, ano em que venceram a Espanha na final por 3-1 e numa equipa em que atuava o seu atual capitão, Lleyton Hewitt.

O encontro até começou melhor para a Croácia, que se adiantou através de Borna Coric, que superou Thanassi Kokkinakir por 6-4 e 6-3, mas os australianos igualaram de seguida, com o triunfo de Alex de Minaur sobre Marin Cicli por duplo 6-2.

No encontro decisivo de pares, a dupla australiana formada por Max Purcell e Jordan Thompson superou os croatas Mate Pavic e Nikola Mektic por 6-7 (3-7), 7-5 e 6-4, ao fim de duas horas e 16 minutos, agendando assim a sua presença na final pela 48.ª vez.

Na final, no domingo, a Austrália vai defrontar o vencedor do embate entre Canadá e Itália, que se defrontam no sábado.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.