A tenista norte-americana Serena Williams, campeã em 23 torneios de Grand Slam, sofreu na terça-feira a pior derrota da carreira, ao perder em San Jose frente a Johanna Konta, por 6-1 e 6-0.

Serena Williams, atual 26.ª do mundo, regressou recentemente aos ‘courts’ e tem vindo a progredir posições na classificação WTA, depois de ter sido mãe em setembro do último ano, o que a obrigou a estar fora do circuito.

Já este ano, a norte-americana voltou a uma final de Grand Slam, em Wimbledon, torneio que já venceu em sete ocasiões, mas perdeu diante da alemã Angelique Kerber.

Em San Jose, a mais nova das irmãs Williams – com Venus ainda em prova, depois de estar isenta na primeira ronda -, perdeu na eliminatória inaugural frente à britânica Konta, atual 48.ª do mundo.

Mais do que a derrota foram os ‘números’ impostos a Serena Williams, que perdeu o encontro em apenas 53 minutos, com seis perdas de serviço nos dois ‘sets’.

“Não sei o que se passou. Tenho muitas coisas para gerir, que nem tive tempo de pensar nesta derrota, embora seja óbvio que não estive no meu melhor”, disse a norte-americana, de 36 anos, no seu primeiro encontro após a final de Wimbledon.

Desde o início da sua carreira, em 1995, Serena Williams nunca tinha perdido um encontro em que não tivesse pelo menos vencido dois jogos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.