O tenista britânico Andy Murray disputou e venceu hoje a sua primeira partida oficial em nove meses, após duas operações à anca, impondo-se ao norte-americano Frances Tiafoe, por 7-6 (8-6), 3-6 e 6-1, no Masters 1000 de Cincinnati.

Murray, de 33 anos, que já venceu em Cincinnati por duas vezes, em 2008 e 2011, é o atual 129.º do ‘ranking’ ATP e vai enfrentar o alemão Alexander Zverev, número sete do mundo, na segunda ronda do torneio, a decorrer na ‘bolha’ de ténis de Nova Iorque.

O jogador britânico passou por uma primeira cirurgia à anca em janeiro de 2018 e por uma segunda intervenção em janeiro de 2019. Embora tenha voltado à ação no ano passado, um problema pélvico o impediu de jogar no início de 2020.

O Masters 1000 de Cincinnati está a ser disputado sem a presença de público e sob fortes medidas de segurança, face à pandemia de covid-19, e são os próprios jogadores a pegar nas toalhas e enxugar o suor e não os auxiliares no ‘court’.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.