João Sousa recuperou hoje o estatuto de número um português no ‘ranking’ mundial de ténis, ao superar Pedro Sousa na tabela liderada pelo sérvio Novak Djokovic, logo seguido do russo Daniil Medvedev e do espanhol Rafael Nadal.

O vimaranense, de 32 anos, apesar de ter ultrapassado o tenista lisboeta, desceu 11 posições na hierarquia mundial e figura agora no 120.º lugar, em vésperas de arrancar Wimbledon, entre 28 de junho e 11 de julho, no All England Club, onde vai defender os oitavos de final disputados em 2019.

Já Pedro Sousa, de 33 anos, ocupa o 121.º posto no ‘ranking’ ATP, depois de cair 13 lugares na tabela, e prepara-se para se estrear no quadro principal do terceiro Grand Slam do ano.

Numa hierarquia que esta semana não regista qualquer alteração no ‘top 10’, Frederico Silva e João Domingues, os dois portugueses que vão jogar a partir de hoje a fase de qualificação de Wimbledon, figuram nos 176.º e 242.ªs lugares, respetivamente.

Gastão Elias, ao contrário de João Sousa, Pedro Sousa, Frederico Silva e João Domingues, trepou alguns patamares no ‘ranking’, com a presença nas meias-finais no ‘challenger’ de Forli, em Itália, e é agora 245.º classificado, enquanto Nuno Borges desceu uma posição para o 269.º posto e Gonçalo Oliveira está no 296.º lugar.

Na hierarquia feminina, comandada pela australiana Ashleigh Barty, com a japonesa Naomi Osaka e romena Simona Halep, nos segundo e terceiro lugares, apenas houve uma alteração entre as 10 primeiras, com a subida da ucraniana Elina Svitolina à quinta posição, por troca com a norte-americana Sofia Kenin, agora sexta colocada.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.