O tenista checo Tomas Berdych, 14.º do ‘ranking’ mundial, decidiu separar-se do seu treinador, o sérvio Goran Ivanisevic, depois da prematura eliminação na segunda ronda’ do torneio do ‘Grand Slam’ de Roland Garros.

“Goran e eu não trabalhamos mais juntos. Apreciei o [nosso] percurso e vamos continuar amigos””, escreveu o checo, vice-campeão da edição de 2014 do antigo Estoril Open.

Berdych, finalista de Wimbledon em 2010, tinha contratado em agosto de 2016 Ivanisevic, campeão do ‘Grand Slam’ inglês em 2001.

Desde que passou a ser treinado pelo sérvio, o checo venceu apenas um torneio, em Shenzen, China.

Em janeiro, Berdych foi ‘desalojado’ do grupo de elite do ‘top-10’, o que não sucedia há sete anos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.