O tenista grego Stefanos Tsitsipas conquistou hoje o seu primeiro título Masters 1.000 da carreira, ao bater o russo Andrey Rublev na final do torneio de Monte Carlo, que terminou hoje no Principado do Mónaco.

O jovem helénico, de 22 anos, que figura no quinto lugar no ‘ranking’ ATP, impôs-se ao tenista natural de Moscovo, oitavo colocado na hierarquia mundial, em dois ‘sets’, com os parciais de 6-3 e 6-3, em uma hora e 11 minutos.

Depois de perder apenas quatro pontos no seu primeiro serviço (24/28), Tsitsipas alcançou o primeiro troféu da temporada, depois de perder a final do ATP 500 de Acapulco, conquistando, assim, o sexto título ATP da carreira, após Estocolmo em 2018, Marselha, Estoril Open e Finais ATP em 2019 e Marselha em 2020.

Graças ao triunfo no Masters 1.000 de Monte Carlo, sem ceder qualquer ‘set’ ao longo de todo o torneio, o jogador grego vai ainda subir segunda-feira ao primeiro lugar da ATP Race to Turim, quando os ‘rankings’ forem atualizados.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.