E o primeiro wild-card vai para… Jo-Wilfried Tsonga! O tenista francês de 26 anos, um dos mais populares do circuito, foi contemplado com um dos três convites que o director do Estoril Open, João Lagos, tem à sua disposição, tornando assim possível a estreia do actual 18.º do ranking no torneio português.

«O Jo-Wilfried Tsonga é daqueles jogadores que consegue incendiar um estádio com um gesto, um sorriso ou um smash em suspensão. A sua empatia com o público é um caso único no circuito profissional masculino. Pessoalmente, até me arrisco a dizer que desde Jimmy Connors que não vi um tenista interagir tão bem com os espectadores. Espero que o público do Jamor fique agradado com o seu espectacular ténis ofensivo e que o Tsonga consiga seduzir o público nacional como tem seduzido o público de todo o mundo», justificou João Lagos.

O possante tenista já ganhou cinco títulos ATP World Tour, mas muitos recordam-no pela presença na final do Open da Austrália, de 2008, em que perdeu com Novak Djokovic.

«Queria muito experimentar jogar o Estoril Open pois já tinha ouvido dizer grandes coisas do evento. Tinha de ver com os meus próprios olhos. Já em anos anteriores havia tentado conciliar o meu calendário com a prova, mas diversas razões tornaram sempre impossível que isso acontecesse», explicou Tsonga.

O Estoril Open arranca já neste próximo sábado, dia 23 de Abril, com a realização do qualifying no Complexo de Ténis do Estádio Nacional, no Jamor.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.