Os cabeças de série Roger Federer, Alexander Zverev e Angelique Kerber garantiram hoje o acesso à terceira ronda do US Open em ténis, o último 'major' da temporada, que distribui cerca de 34 milhões de euros em prémios.

Há dez encontros que o número dois mundial, Roger Federer, não perde com franceses e o último a engrossar a estatística foi Benoit Paire (56.º ATP) na segunda ronda do US Open, ao ceder pelos parciais de 7-5, 6-4 e 6-4, em uma hora e 59 minutos.

O helvético de 37 anos, que procura o sexto título em Flushing Meadows (2004, 2005, 2006, 2007 e 2008) e o 21.º 'major' da carreira, terá agora pela frente o australiano Nick Kyrgios, que hoje se desforrou do também gaulês Pierre-Hugues Herbert (75.º ATP).

No último encontro entre ambos, em Wimbledon (2017), o francês de 27 anos havia levado a melhor e hoje, para estabelecer a igualdade no confronto direto, o 30.º cabeça de série teve de controlar os altos e baixos, num embate que durou duas horas e 47 minutos e terminou com os parciais de 4-6, 7-6 (6), 6-3 e 6-0.

Com o acesso à terceira ronda, Kyrgios já igualou o melhor resultado de sempre em Nova Iorque (2014 e 2016), onde Alexander Zverev, quarto pré-designado, também garantiu uma vitória ante o gaulês Nicolas Mahut, por 6-4, 6-4 e 6-2.

O alemão de 21 anos superou igualmente o seu melhor registo em Flushing Meadows, a segunda ronda nos últimos dois anos, e terá agora como próximo adversário o compatriota Philipp Kohlschreiber.

Na competição feminina, a alemã Angelique Kerber, quarta cabeça de série e campeã do US Open em 2016, foi obrigada a trabalhos redobrados para ultrapassar a sueca Johanna Larsson (21.ª WTA), no primeiro encontro do dia no Arthur Ashe Stadium.

A atual campeã de Wimbledon e do Open da Austrália em 2016 só conseguiu resolver a qualificação para a terceira ronda no terceiro 'set', por 6-2, 5-7 e 6-4, num resultado em muito explicado pelos 34 'winners' e 38 erros não forçados.

Depois de alcançar a quarta vitória diante Larsson, com quem nunca havia perdido, a antiga líder mundial (2016) vai jogar com a eslovaca e 29.ª pré-designada, Dominika Cibulkova.

Bem mais fácil foi a tarefa da quinta cabeça de série, Petra Kvitova, para eliminar a chinesa Yafan Wang e assegurar a passagem à fase seguinte. Em menos de duas horas, a esquerdina checa de 28 anos bateu a jovem de 24 anos e 79.ª WTA, pelos parciais de 7-5 e 6-3, naquela que foi a sua 11.ª presença em Flushing Meadows, onde foi quartofinalista em 2015 e 2017.

O próximo desafio de Kvitova dá pelo nome de Aryna Sabalenka, campeã em New Haven e vencedora do duelo com Vera Zvonareva, antiga número dois mundial e semifinalista do US Open em 2010.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.