O tenista suíço Stanislas Wawrinka, campeão do Portugal Open e finalista, no domingo, do torneio de Madrid, deu esta segunda-feira um salto de cinco lugares e passou a fechar o “top-10” do “ranking” mundial.

O jogador helvético, que disputou em Madrid a segunda final consecutiva do circuito, reentrou agora na elite dos 10 melhores do Mundo, que continua a ser liderada pelo sérvio Novak Djokovic.

Face à eliminação precoce na prova madrilena, ganha pelo espanhol Rafael Nadal, o suíço Roger Federer, que defendia o título na capital espanhola, caiu para o terceiro posto da hierarquia, passando o britânico Andy Murray para a perseguição direta ao tenista sérvio.

Entre os portugueses, Gastão Elias, eliminado na primeira ronda do “qualifying” de Madrid, continua a ser o número um nacional, embora tenha descido quatro posições, ocupando agora o lugar 107.

Em femininos, a norte-americana Serena Williams, vencedora em Madrid, reforçou o comando na hierarquia, seguida da adversária na final da prova espanhola, a russa Maria Sharapova.

Maria João Koehler continua a ser a melhor portuguesa, no 105.º lugar, enquanto Michelle de Brito subiu quatro posições, surgindo esta semana no 132.º lugar.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.