O tenista alemão Alexander Zverev derrotou hoje Diego Schwartzman, em três ‘sets’, na segunda ronda do grupo Tóquio1970, e deixou o argentino com um ‘pé’ de fora das meias-finais das ATP Finals.

O sétimo jogador mundial assegurou a sua primeira vitória nesta edição das ATP Finals, impondo-se ao estreante argentino por 6-3, 4-6 e 6-3, em duas horas e 12 minutos, e abriu caminho para que o sérvio Novak Djkovic garanta já hoje uma vaga nas ‘meias’, se vencer esta noite Daniil Medvedev em dois ‘sets’ (o russo avança para a próxima fase caso triunfe).

O triunfo do campeão de 2018 na segunda ronda do ‘round robin’ do grupo Tóquio1970 manteve-o na luta por um lugar na fase seguinte, mas também praticamente ‘eliminou’ Schwartzman, que soma duas derrotas em dois encontros na sua estreia na competição que reúne os oito melhores tenistas da época e que decorre na O2 Arena de Londres.

Schwartzman, que é nono no ‘ranking’, mas ganhou o lugar graças à ausência de Roger Federer por lesão, precisa de um ‘milagre’ para seguir em frente, podendo mesmo ficar afastado das meias-finais já hoje, em caso de vitória de Medvedev.

Já Zverev, ainda a recuperar do desgaste do Masters 1.000 de Paris, no qual foi finalista derrotado há pouco mais de uma semana, declarou que está a encarar as ATP Finals como “um torneio normal”, no qual tem de “ganhar todos os encontros”, depois de, na primeira jornada, ter perdido frente a Medvedev, o seu 'carrasco' na capital francesa.

“Esperemos que possa jogar ainda melhor na sexta-feira”, disse o alemão, que precisa de ganhar a Djokovic no terceiro e último encontro da fase de grupos para seguir em frente.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.