A Selecção Nacional de Vela na Classe de Optimist perspectiva a conquista de medalhas no Campeonato Africano da modalidade a decorre de 30 de Junho a 6 de Julho, no Egipto, anunciou hoje, quarta-feira, em Luanda, fonte oficial.

O optimismo do instrutor principal da equipa, Moisés Hemba Camota, expresso em declarações à Angop, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, é sustentado pela “boa preparação que foi feita”.

“Vamos fazer tudo para trazer medalhas ao país”, prometeu.

Moisés Camota disse esperar no Egipto ventos na ordem dos nove a 10 nós de velocidade, o que poderá concorrer para uma boa participação dos angolanos na prova.

Mesmo assim, caso o tempo seja muito frio ou quente, disse, os atletas estão preparados para competir bem e procurar melhorar as suas anteriores classificações.

Osvaldo Gama, campeão africano individual, espera repetir a proeza. O seu colega, Emílio do Rosário, sexto na prova de Luanda, manifestou-se igualmente confiante na conquista de uma medalha, na medida em que vê apenas como adversário o seu colega vencedor do torneio realizado em Angola.

Integram a equipa nacional quatro velejadores do sexo masculino e uma feminina, Aline Lourenço, terceira classificada no campeonato africano que teve lugar no país, deseja superar esta posição, segundo desejo manifestado nas suas declarações. Os atletas possuem idades entre os 12 a 16 anos.

A delegação nacional ao evento, composta por sete elementos, integra cinco atletas e os membros da equipa técnica, encabeçados por Moisés Camota, que deu a conhecer que as regatas somente vão decorrer de 30 de Junho a 5 de Julho.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.