A seleção portuguesa feminina de voleibol inicia na quarta-feira frente à Estónia, em Viana do Castelo, a Silver League europeia (ESL) de 2022, que constituirá o primeiro grande teste do novo selecionador Hugo Silva.

Hugo Silva, que durante anos orientou a seleção masculina, considera que estão reunidas condições para encarar as competições “com confiança” e que “este pode vir a ser o momento de viragem do voleibol feminino que todos tanto ambicionam”.

Na Silver League de 2022, reduzida a apenas um grupo, Portugal vai enfrentar as seleções da Estónia, sua adversária na edição de 2021, Suécia, que defrontou na fase de qualificação para o Campeonato da Europa de 2021, Eslovénia e Luxemburgo.

“Neste grupo [da Silver League], o adversário mais difícil será a Suécia, mas a minha preocupação é a nossa seleção e é com as nossas jogadoras que quero deixar algo de positivo no voleibol feminino”, referiu o selecionador.

Mas, até a seleção poder chegar a qualquer competição para ganhar, Hugo Silva considera que tem que passar por um longo processo de crescimento que irá, primeiramente, focar-se no trabalho que pode desenvolver e num modelo de jogo bom e capaz de discutir o resultado.

A ESL é encarada pelas seleções participantes como uma excelente oportunidade para preparar a participação na fase de qualificação para o Campeonato da Europa de 2023 - Portugal integra o grupo C com Chipre, Hungria e Ucrânia -, ao mesmo tempo que apura o vencedor para a Golden League do ano seguinte.

Como a edição de 2022 da ESL de femininos apresenta apenas um grupo na fase preliminar, as cinco seleções participantes - Portugal, Estónia, Luxemburgo, Eslovénia e Suécia - vão defrontar-se no sistema de todos contra todos, em casa e fora, ao longo de um mês.

Os dois primeiros classificados apuram-se para a final, agendada para 02 de julho, em local ainda por designar, e para além do direito de disputar a Golden League em 2023, o vencedor da ESL de 2022 receberá 35 mil euros de prémio.

Em 2021, Portugal fez história na Silver League ao apurar-se para a ‘final four’ da prova depois de vencer o grupo B de qualificação – na cidade bósnia de Zenica –, com cinco vitórias e apenas um desaire: Estónia (3-2 e 3-1), Letónia (3-0 e 3-0) e Bósnia-Herzegovina (0-3 e 3-1), tendo sido esta última seleção a vencer a ESL 2021.

Calendário da Silver League europeia:

- 25 mai (quarta-feira):

Eslovénia – Luxemburgo, 19:00, em Mislinja.

Portugal – Estónia, 21:00, em Viana do Castelo.

- 28 mai (sábado):

Eslovénia – Suécia, 19:00, em Mislinja.

Luxemburgo – Estónia, 17:00, no Luxemburgo,

- 01 jun (quarta-feira):

Suécia – Portugal, 15:00, em Lund.

Eslovénia – Estónia, 19:00, em Mislinja.

- 08 jun (quarta-feira):

Portugal – Luxemburgo, 21:00, em Santo Tirso.

Estónia – Suécia, 17:00, em Tartu.

- 12 jun (Domingo):

Luxemburgo – Portugal, 17:00, no Luxemburgo.

Suécia – Estónia, 15:00, em Lund.

- 15 jun (quarta-feira):

Portugal – Suécia, 21:00, em Santo Tirso.

Estónia – Eslovénia, 18:00, em Tartu.

- 18 jun (sábado):

Suécia – Luxemburgo, 15:00, em Lund.

Eslovénia – Portugal, 19:00, em Maribor.

- 22 jun (quarta-feira):

Suécia – Eslovénia, 18:00, em Lund.

Estónia – Luxemburgo, 18:00, em Tartu.

- 26 jun (Domingo):

Luxemburgo – Eslovénia, 17:00, no Luxemburgo.

Estónia – Portugal, 17:00, em Tartu.

- 02 jul (sábado):

Final, hora e local ainda por definir.

Nota: horas locais.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.