Portugal encerrou com uma derrota ante a Itália a sua participação no grupo A de qualificação para o Europeu de voleibol de sub-22 masculino, falhando o apuramento para a fase final da competição.

Vencedores por 3-0 (25-21, 25-18 e 25-15), os transalpinos ganham o grupo disputado em Guidonia Montecelio, Itália, à frente de Israel, Portugal e Irlanda.

No Palazzetto dello Sport de Guidonia Montecelio, o melhor pontuador por Portugal foi Manuel Figueiredo, com nove pontos, enquanto na globalidade do jogo se destacou o italiano Tommaso Stefani, com 15 pontos.

Nuno Pereira, selecionador luso, reconheceu a superioridade do adversário: "Neste jogo com a Itália, conseguimos equilibrar até aos 17 pontos, mas depois faltou-nos consistência no serviço. A Itália foi muito consistente a servir e nós sofremos com isso na receção".

Com esta eliminação, Portugal falha a segunda qualificação no voleibol dos escalões jovens, depois de, na véspera, as lusas sub-21 terem ficado a um ‘set’ apenas do apuramento.

A vitória por 3-0 sobre a Islândia, em Podgorica, acabou por valer o segundo lugar do grupo, já que a Turquia também superou Montenegro pela diferença máxima.

Segundas atrás das turcas, as lusas tiveram de esperar pelos resultados dos outros grupos e pelo cruzamento das classificações de todos os quatro grupos.

Passaram à final os primeiros classificados e os três melhores segundos nesta fase do torneio, sendo que Portugal foi o 'pior segundo', aplicando os critérios de desempate, nomeadamente a diferença entre 'sets' ganhos e perdidos.

Com uma derrota por 3-0 ante a Turquia e uma vitória por 3-2 ao Montenegro - o resultado com a Islândia é descartado - o saldo de Portugal é 3-5, pior que Dinamarca, Israel e Ucrânia, os segundos classificados nos outros grupos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.