Carlos Sainz Jr. lamenta não ter tido oportunidade de lutar por vitórias em mais Grandes Prémios esta época. O piloto da Ferrari soma apenas uma vitória esta época (GP da Grã-Bretanha) e admite que podia ter feito mais nas 16 provas já completas esta temporada.

"Globalmente, não posso estar contente. Tem sido uma época de altos e baixos. Mas há coisas com as quais estou feliz, como a progressão. Fui capaz de dar a volta a um início bastante complicado, reencontrei-me com um carro que ainda não piloto de forma natural. Com isso sinto-me orgulhoso, mas o início de temporada foi difícil e, embora tenha conseguido ganhar ritmo, e até bons resultados, a cada duas ou três corridas aconteceu algo que não me permitiu dar continuidade. Espero que nestas últimas seis provas as coisas melhorem", começou por dizer, em entrevista ao jornal 'As'.

Apesar dos altos e baixos, Sainz garante que vai continuar a lutar: "Estou há muitos anos na F1 e sei como este desporto funciona. Tive anos muito bons, inícios maus e finais bons, inícios bons e finais maus. Sei que o que importa é a cabeça. Estar tranquilo e confiar em mim talvez seja um dos meus pontos mais fortes. Pode cair-me a casa em cima que vou continuar a ser positivo e a tentar conseguir bons resultados, sem que isso me afete demasiado."

Carlos Sainz Jr. 5.º no Mundial de pilotos, com 187 pontos, deixou também reparos à sua equipa, já que em muitas provas foi impedido de lutar com o seu colega de equipa Charles Leclerc (2.º com 219 pontos) por vitórias.

"Consigo entender que depois das primeiras corridas o Charles estava claramente um passo adiante, tanto na classificação como em termos de ritmo de corrida. Mas melhorei muito a meio da temporada. Comecei a entrar na luta e de alguma maneira foi um pouco frustrante porque parecia que alguns não me queriam ali. Criticaram-me por não estar na luta e quando comecei a estar, perguntavam o que é que eu fazia à frente. Precisamente quando eu estava ali, a lutar, já não me queriam à frente. Mas não faço muito caso do que dizem", completou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.