O italiano Fabio Di Giannantonio (Ducati) foi hoje penalizado com três segundos, por ter alinhado com pressão abaixo da permitida no pneu dianteiro, e foi relegado para o quarto lugar do Grande Prémio da Comunidade Valenciana de MotoGP.

Di Giannantonio terminou a última corrida do Mundial de motociclismo de velocidade na segunda posição, atrás do compatriota Francesco Bagnaia (Ducati), que assegurou o segundo título de campeão consecutivo.

No entanto, esta penalização colocou-o no quarto lugar da corrida, promovendo o francês Johann Zarco (Ducati), ao segundo lugar, e o sul-africano Brad Binder (KTM), ao terceiro.

Bagnaia venceu a última corrida do ano, confirmando a conquista do título ainda antes de terminar o Grande Prémio, na sequência da queda do espanhol Jorge Martiín (Ducati) sexta volta.

Com estes resultados, Bagnaia chegou aos 467 pontos, mais 39 do que Martín, que foi segundo.

O português Miguel Oliveira (Aprilia), que não participou nesta última ronda devido a uma fratura na omoplata direita sofrida na prova anterior, no Qatar, há uma semana, termina o campeonato em 16.º, com 76 pontos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.