De acordo com o comunicado dos organizadores do campeonato do mundo, o sistema DRS (abertura da asa traseira do carro que segue a menos de um segundo do que o precede) poderá ativar-se a partir da segunda volta de cada corrida quando antes era permitido apenas a partir da terceira.

Esta medida visa permitir mais ultrapassagens pois, na fase inicial das corridas, os carros seguem mais juntos e com os pneus mais frios e menos desgastados, o que possibilita aos pilotos manobras mais agressivas.

Também foram anunciadas medidas para os fins de semana das corridas 'sprint' (disputadas ao sábado, com um máximo de 100 quilómetros). Os primeiros treinos livres e a qualificação para as 'sprint' adiantam um dia e passam a disputar-se na sexta-feira, estando reservadas, para sábado, a corrida 'sprint' e a qualificação da corrida principal (disputada ao domingo), respetivamente.

Foi ainda permitida a utilização de quatro unidades de potência (motores), em vez das três até aqui autorizadas, possibilitando às equipas dar uma utilização mais intensiva aos motores sem medo de penalizar.

Em 2024, as corridas sprint decorrem no Brasil, na Áustria, no Qatar, em Miami, China e Austin (Estados Unidos).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.