A equipa oficial KTM considerou hoje “um privilégio” ter trabalhado com o piloto português Miguel Oliveira, assinalando que ainda terão oportunidade de escrever “um fim memorável” no Mundial de MotoGP, categoria rainha do motociclismo de velocidade.

“Queremos desejar o melhor para o seu futuro no MotoGP. Foi um privilégio ter partilhado tantos momentos juntos e esperamos ter muitos mais durante o resto da época. Obrigado, Miguel. Terás sempre um lugar especial na nossa história”, indica a conta oficial da equipa na rede social Twitter.

Miguel Oliveira, o único piloto português no campeonato do mundo de motociclismo de velocidade, vai alinhar em 2023 na RNF, equipa satélite da Aprilia, depois dos quatro anos na KTM, anunciou hoje a equipa italiana, na qual terá a companhia do espanhol Raul Fernandez.

O piloto natural de Almada, de 27 anos, termina contrato no final da temporada com o construtor austríaco, ao serviço do qual se estreou em MotoGP, em 2019, na Tech3, tendo rumado à ‘equipa de fábrica’ em 2021.

Atual 10.º da classificação de pilotos, com 85 pontos, menos 115 do que o francês Fabio Quartararo, líder e campeão do mundo, Miguel Oliveira conta quatro vitórias na categoria rainha, com os triunfos em Portimão e na Estíria, em 2020, em Barcelona, no ano passado, e na Indonésia, na presente temporada.

Na KTM, Miguel Oliveira vai ser substituído pelo australiano Jack Miller, que se junta ao sul-africano Brad Binder.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.