O piloto português Miguel Oliveira (KTM) acredita que sábado terá velocidade suficiente para entrar diretamente na segunda fase de qualificação para o Grande Prémio de Aragão de MotoGP, 15.ª ronda da temporada.

Em declarações divulgadas pela sua assessoria de imprensa, Miguel Oliveira, que hoje foi o 15.º mais rápido, considerou que foi “um dia positivo”.

“Senti-me bem desde cedo com a mota. Fizemos algumas alterações, mas poucas. À tarde começámos bem, com um tempo competitivo e a meio da sessão com voltas muito constantes. Não tive os tempos dos mais rápidos, mas apenas três décimas do tempo de referência. Na última saída para a pista, com pneu macio atrás não encontrei a tração que necessitava. Melhorei um bocadinho, mas nada de significativo”, frisou.

No entanto, o piloto natural de Almada frisa que sábado deverá ser mais rápido.

“Amanhã [sábado] de manhã vamos andar bastante mais rápido do que hoje à tarde e, por isso, não acredito que sejam necessários milagres para podermos entrar no top-10”, apontou.

O piloto luso experimentou o pneu macio na roda traseira durante a última saída para a pista, com o qual encontrou algumas melhorias. Por isso, a opção para a corrida deverá recair no conjunto duro na frente e macio atrás.

“É a opção mais sensata. Amanhã vamos fazer mais voltas com o pneu macio atrás”, frisou.

Miguel Oliveira lembrou que a KTM tem “demonstrado bastante velocidade nas qualificações” para poder “disputar posições decentes”.

“Obviamente que isso não quer dizer que isso seja sinónimo de um bom resultado no domingo. Vamos dar tudo por tudo para termos uma mota competitiva e fazermos uma boa corrida”, prometeu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.