O piloto Miguel Oliveira (KTM) admitiu que hoje foi “um dia frustrante” após o 20.º tempo realizado na qualificação para o Grande Prémio da Comunidade Valenciana de MotoGP, do Campeonato do Mundo de velocidade em motociclismo.

“Foi um dia bastante frustrante aqui em Valência. Nos quartos treinos livres, tudo parecia bem em termos de velocidade e ritmo para a qualificação. Mas quando montámos os pneus novos e menos combustível no depósito – que é o procedimento normal na qualificação – sentimo-nos limitados outra vez nos tempos por volta”, explicou Miguel Oliveira.

 O piloto de Almada confirmou que não conseguiu “fazer a diferença” nem “ser rápido, o que é bastante frustrante”, pois coloca “muito esforço e as coisas não saem” como deveriam.

Contudo, Oliveira diz que, “com o ritmo evidenciado em FP4 [foi oitavo], há esperança em fazer uma boa corrida e recuperar posições”.

O GP da Comunidade Valenciana é a 18.ª e última prova da temporada.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.