Os portugueses Henrique Chaves e Miguel Ramos (McLaren) terminaram no domingo em quarto lugar na classe Bronze do GT World Challenge Europe, em Valência, falhando a conquista do título, ao terminarem na segunda posição.

Os pilotos portugueses terminaram em 25.º lugar da geral, a 20,745 segundos dos vencedores, Charles Weerts e Dries Vanthoor (BMW), e a 6,2 segundos dos vencedores da Bronze Cup, Ayhancan Güven e Alex Malykhin (Porsche).

Partindo da terceira posição, os dois portugueses viram-se limitados pela velocidade de ponta do seu McLaren e por dois toques de adversários.

“Tentámos tudo, atacar, jogar estrategicamente para bater o nosso adversário e vencer a Sprint Cup, mas não foi possível, dado a nossa desvantagem no que diz respeito à velocidade de ponta. O Miguel esteve muito forte no seu turno, muito agressivo e fez tudo o que podia para ganhar o lugar que faria a diferença”, começou por explicar Henrique Chaves.

O piloto de Torres Vedras explicou que, no início do seu turno, atacou “para tentar ultrapassar” o principal rival, “mas ele tinha muita tração e velocidade de ponta, era impossível”.

“No final, sofri muitos toques e isso impediu-nos de terminar no pódio”, explicou Henrique Chaves.

O piloto português criticou ainda a aplicação dos regulamentos de equilíbrio do campeonato, o Balance of Performace (BoP), que prejudicaram a competitividade dos McLaren na reta final do campeonato.

“Penso que o BoP do McLaren tem de ser revisto, uma vez que nenhum dos carros é competitivo neste momento devido à falta de velocidade de ponta. Vamos esperar que exista uma revisão a este nível para que possamos terminar a época com um pódio ou até uma vitória”, concluiu o português.

A próxima etapa do GT World Challenge realiza-se em Barcelona (Espanha) no dia 01 de outubro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.