O piloto Rodrigo Seabra será, este ano, o primeiro português a participar num campeonato de Fórmulas (monolugares) com apenas 12 anos, quando a idade mínima é de 14.

Natural da Maia, Rodrigo Seabra, sagrou-se em 2022, então com 11 anos, Rookie (estreante) do Ano no campeonato alemão de OK Junior em karting (DKM Deutsch Kart Masters), onde defrontou pilotos entre os 12 e os 15 anos, tendo terminado na quinta posição da geral. Foi, ainda, quarto no ADAC Kart Masters, também na Alemanha.

Acabou por ser selecionado pela Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK) para representar Portugal nos FIA Motorsport Games, em França, onde foi o porta-estandarte português na cerimónia de abertura.

Em 2023 vai disputar o campeonato Formula Aquila 1000, na Suécia, para o qual teve de tirar uma licença especial para monolugares, concedida a pilotos com pelo menos 14 anos de idade.

Rodrigo Seabra submeteu-se a intensos testes práticos e teóricos, bem como a avaliações físicas e psicológicas realizadas na Suécia, tendo ingressado na Aquila Driver Academy, através da Federação Automóvel da Suécia (Swedish Automobile Sports Federation).

O objetivo do piloto português é lutar por um dos primeiros lugares, tendo em vista o sonho de chegar à Fórmula 1.

“Não basta participar, é preciso evoluir gradualmente e mostrar capacidade, dar o meu melhor, ter bons resultados e ficar no mínimo entre os 10 ou cinco melhores”, disse o piloto maiato.

Rodrigo Seabra admite que os bons resultados são fundamentais para manter “reais esperanças de um dia ingressar ao mais alto nível, na Fórmula 1”.

“Mesmo para um português, quero pensar que pode ser possível”, frisou.

Para já, impressionou os responsáveis suecos e Dan Suenson, responsável máximo do construtor Aquila, mostra-se entusiasmado com os dotes do português.

“Será um enorme privilégio ter alguém tão novo e com tanto talento no Aquila Driver Academy. O Rodrigo é um jovem com quem qualquer equipa gostaria de trabalhar, muito responsável e com grande foco no que está a fazer”, descreveu.

O mesmo responsável considera ainda que Rodrigo Seabra “aprende muito depressa”. “Foi unânime este convite após ter tido resultados impressionantes nos testes”, acrescentou.

O campeonato arranca a 07 de maio com a primeira de 24 corridas, com uma grelha composta por 25 carros.

“Em termos de condução há uma enorme diferença para o karting, só por ser um carro. A aerodinâmica, a forma de conduzir, a caixa de velocidades e mudanças, o peso e a massa do carro ao curvar e a travar... estou superentusiasmado”, frisou Rodrigo Seabra, considerando que “o que não muda nada é a abordagem às corridas”, prometendo manter-se “focado” em dar o seu melhor.

Ni Amorim, presidente da FPAK, considera Rodrigo Seabra “um jovem piloto com muito talento”, pelo que acredita que “chegará longe no seu percurso desportivo”.

“Sabemos da importância e dificuldades na passagem do karting para a competição propriamente dita nos carros. Este campeonato é pouco conhecido entre nós, mas parece-nos bastante interessante e uma boa alternativa para que os pilotos evoluam e se adaptem à nova realidade competitiva. Estaremos a torcer pelo sucesso do Rodrigo”, frisou.

Atualmente com 12 anos [cumpre os 13 a 22 de dezembro], Rodrigo Seabra frequenta o sétimo ano de escolaridade, tendo o estatuto de atleta de alta competição.

O gosto pelas corridas surgiu aos quatro anos, quando experimentou motocrosse. Aos cinco experimentou Karting, pelas mãos do pai, e, aos sete, já estava a fazer a sua primeira corrida.

Foi Campeão Nacional Rotax, na categoria Micro Max, por Portugal e por Espanha em 2020, e com apenas nove anos.

Efetuou várias corridas do campeonato Benelux, bem como corridas do campeonato italiano. No ano seguinte também representou Portugal nas Finais Mundiais Iame em Adria, Itália, depois de ter ficado em sexto entre 78 pilotos no Campeonato Europeu Iame Euro Series de 2021.

Fez também o campeonato britânico com a equipa de Oliver Rowland, piloto de Fórmula E.

No final de 2021, Rodrigo Seabra terminou a temporada nos “Super Nationals USA” na cidade de Las Vegas, onde venceu uma manga e terminou as outras duas em segundo e terceiro lugares, contra 70 adversários.

Em 2022, com 11 anos, iniciou a temporada nos Estados Unidos da América no Super Karting USA, com quatro corridas, terminando uma delas entre os 10 primeiros, antes de participar nos campeonatos da Alemanha.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.