O estónio Ott Tänak (Hyundai i20) é o primeiro líder do Rali da Nova Zelândia, 11.ª e antepenúltima prova do Mundial de Ralis, depois de ter ganho a especial de abertura.

Tänak concluiu os 1,78 quilómetros da super-especial em 1.45,8 minutos, deixando o irlandês Craig Breen (Ford Puma) em segundo lugar, a 0,9 segundos, com o belga Thierry Neuville (Hyundai i20) em terceiro, a 1,6 segundos.

“Veremos o que podemos fazer. Tinha a cabeça a andar à roda e não foi muito divertido. A questão do título não depende de nós”, frisou Tänak.

O líder do campeonato, o finlandês Kalle Rovanperä (Toyota Yaris), que se pode sagrar campeão este fim de semana se vencer e Tänak não pontuar na ‘power stage’ final, foi apenas sexto, a 2,6 segundos do mais rápido.

Rovanperä, que completa 22 anos este sábado, tinha sido o mais rápido no ‘shakedown’.

O campeão em título, Sébastien Ogier (Toyota Yaris), que regressa ao campeonato nesta prova, foi oitavo, a 4,5 segundos.

Os pilotos enfrentam esta sexta-feira 157,64 quilómetros cronometrados, divididos por seis especiais.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.