A fantástica temporada de Max Verstappen na Fórmula 1 valeu-lhe um total de 65 milhões de euros, de acordo com números divulgados pela Forbes. O neerlandês da Red Bull conquistou o título mundial com um recorde de 19 vitórias.

Apesar de ser o piloto que mais faturou em 2023, Verstappen não é o mais bem pago do paddock. Esse estatuto pertence a Lewis Hamilton, da Mercedes. O britânico ganha 55 milhões de dólares, algo como 50,7 milhões de euros por ano. Hamilton é também quem mais fatura com patrocinadores pessoais, mas esses números não foram contabilizados nesta lista da Forbes.

Max ganha 10 milhões menos - 45 milhões USD - mas arrecadou 25 milhões de dólares em prémios, pelo que levou para casa 70 milhões de dólares (65 milhões de euros).

Na lista da Forbes, Fernando Alonso, da Aston Martin, foi o terceiro que mais dinheiro arrecadou, à frente de Sérgio Perez. Apesar de o mexicano ganhar menos que Leclerc (Ferrari) no salário, levou um bolo maior para casa, fruto dos bónus por resultados.

De acordo com a Forbes, os dez pilotos mais bem pagos arrecadaram 238 milhões de euros em salários, uma redução relativamente aos 243,6 milhões do ano passado.

Os dez pilotos mais bem pagos da Fórmula e em 2013

Max Verstappen (Red Bull) - 65M€ (42 salário + 23 bónus)

Lewis Hamilton (Mercedes) - 50,7M€ (50,7 + 0)

Fernando Alonso (Aston Martin) - 31,4M€ (22,2 + 9,2)

Sergio Pérez (Red Bull) - 24M€ (9,2 + 14,8)

Charles Leclerc (Ferrari) - 17,5M€ (12,9 + 4,6)

Lando Norris (McLaren) - 13,8M€ (4,6 + 9,2)

Carlos Sainz (Ferrari) - 12,9M€ (7,4 + 5,5)

George Russell (Mercedes) - 8,3M€ (3,7 + 4,6)

Pierre Gasly (Alpine) - 7,4M€ (4,6 + 2,8)

Oscar Piastri (McLaren) - 7,4M€ (2,8 + 4,6)

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.