O piloto alemão Sebastian Vettel (Aston Martin), quatro vezes campeão do Mundo de Fórmula 1, assumiu hoje que começar o circuito à terceira prova, devido à covid-19, é como chegar atrasado à escola.

“Depois de perder as duas primeiras corridas por causa dos meus testes positivos [para o coronavírus], é como estar atrasado para a escola, pelo que estou realmente ansioso para começar”, disse o germânico de 34 anos.

Devido ao facto de estar infetado, o piloto que tem no currículo 53 vitórias e 57 ‘pole position’ falhou os grandes prémios do Bahrain e da Arábia Saudita, pelo que se vai estrear apenas na terceira ronda, em Melbourne.

“Começar a temporada na Austrália não é novidade para mim. É ótimo que a Fórmula 1 esteja de volta a este país depois de alguns anos difíceis”, referiu.

Após ter estado quase um mês sem trabalhar no seu monolugar, o campeão do Mundo em 2010, 2011, 2012 e 2013 entende que será “importante aprender durante os treinos livres”, uma vez que a viatura é diferente da do ano passado, devido às exigências do novo regulamento.

Sebastian Vettel quer amealhar pontos para o Mundial de pilotos na que espera que venha a ser uma prova “emocionante e imprevisível”.

Disputadas duas provas, o monegasco Charles Leclerc (Ferrari) comanda com 45 pontos, seguido do espanhol Carlos Sainz, seu colega de equipa, com 33, surgindo o atual campeão do mundo, o holandês Max Verstappen (Red Bull), na terceira posição, com 25.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.