O treinador Jorge Jesus tem-nos habituado a muitas coisas durante os últimos anos enquanto técnico de clubes como o Braga, Benfica e agora Sporting.

E se algumas foram muito boas, outras nem tanto. Uma das suas ‘imagens de marca’ é a incapacidade regular de não aproveitar jornadas onde os seus adversários perdem pontos e com isso, desperdiçar não apenas pontos mas também uma vantagem moral e mental.

Aconteceu novamente, apesar do mesmo se queixar da arbitragem como uma das razões para não ter vencido. Mas aí não é apenas Jorge Jesus que tem

isso como marca, infelizmente muitos a têm. Voltando ao jogo, o treinador apontou a maturidade vencedora dos seus jogadores.

Nas últimas seis épocas no Benfica, várias vezes aconteceu isso. E aí, não era a maturidade vencedora. O que seria? O denominador comum não são os jogadores deste ano e do ano passado ou outras épocas, o denominador comum é o técnico português. Seria interessante ouvir as palestras que antecedem estes jogos do Bessa ou do ano passado na capital do móvel quando o Benfica perdeu 1-0 e poderia nessa situação ter passado para 9 pontos de vantagem.

O treinador Jesus tem imensas qualidades, especialmente, naquilo a que chamam a vertente ou as variáveis do treino e tácticas. É no discurso, apesar de estar muito melhor, que deve ‘morar’ a questão. O foco central da sua acção. Este ano a Liga tem uma característica diferente do ano anterior ou das épocas anteriores. Costumava dizer que era uma Maratona com regras de corridas de velocidade. Este ano, face aos três grandes apresentarem muitas debilidades, parece-nos que os três grandes vão perder vários pontos e não apenas nos jogos entre os grandes.

Por isso, certamente existirão várias jornadas onde os grandes vão poder distanciar-se ou aproximar-se dos seus rivais. Resta ver como vão os treinadores gerir essa situação. Esta é mais uma semana onde considero que quem errar menos terá uma enorme oportunidade de se distanciar. Não tanto pelos méritos de uma das equipas, mas muito mais pelos deméritos das outras. Vamos ver o que as próximas jornadas nos indicam.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.