A Intel Extreme Masters New York é uma das mais importantes competições de CS: GO. Trata-se de um Major, e foi a última oportunidade de apurar as restantes equipas para preencher as vagas livres do Global Challenge, depois dos convites diretos às melhores equipas do mundo.

A competição, que foi mais uma vez realizada online, devido à pandemia de COVID-19, dividiu-se em três regiões: América do Norte, Europa e Comunidade dos Estados Independentes (CIS). A Europa concorreu com oito equipas, mas as restantes regiões participam com 12, cada uma, participando nas suas competições para encontrar a equipa campeã de cada uma.

Na região da América do Norte a vencedora fala português: FURIA, uma das melhores equipas brasileiras que encontrou a 100 Thives na grande final de Nova Iorque, amealhando o prémio de 25 mil dólares, a vaga na Global Challenge e 2.500 pontos RMR.

E a partida até começou de forma negativa para a equipa brasileira. A 100 Thieves ganhou o primeiro mapa, Nuke, que ainda por cima foi escolha da FURIA, anulando assim aquele que poderia ser a sua vantagem. Mas a equipa quis a desforra e anulou a escolha do adversário em Inferno, vencendo pela tangente 16-14. O desempate foi feito em Vertigo, palco que a equipa brasileira não deixaria margem de erro, vencendo por 16-4. A consagração da vitória deste Bo5 seria feita em Mirage, num mais disputado encontro resultando em 16-11, fechando assim 15 dias de competições de grande nível em solo americano.

A 100 Thieves recebe 10.000 dólares pelo segundo lugar e mais 2.344 pontos RMR. A fechar o pódio, a Evil Genius amealhou 5.000 dólares e 2.188 pontos RMR.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.