Parece déjà-vu, mas a OFFSET e a eXploit voltaram a encontrar-se em nova partida, desta vez no último grande evento da Liga Portuguesa de CS: GO (LPCS), depois dos cinco embates na semana passada a contar para a WESG e a Master League Portugal, que decorreram no Moche XL Games World. Para jogar na final, a OFFSET deixou pelo caminho a Baecon, enquanto a eXploit venceu a renovada equipa da GTZ Bulls, em regras Bo3.

As quatro equipas foram as que se destacaram mais durante o ano e a Final Four no Lisboa Games Week foi o premiar de um longo calendário competitivo de Counter-Strike: Global Offensive. Depois da final perdida na Master League, contra a Vodafone Giants, a OFFSET queria fechar o ano com mais um título, encontrou pela frente uma eXploit com uma lição mais que estudada. Mas para além da taça de campeão da LPCS, a equipa vencedora garantia ainda a presença direta no torneio internacional da LGW, o Omen Atlantic Challenge, a decorrer durante o fim de semana.

A final, jogada em B05, começou com uma vantagem destacada da eXploit na primeira partida, em Dust2, seguindo-se o mapa Nuke com o empate da OFFSET. A terceira partida jogada em Vertigo daria nova vantagem à eXploit, para a quarta voltar ao empate, com a OFFSET a faturar no mapa Inferno. O desempate nesta longa partida aconteceria em Train, mas à quarta ronda do quinto mapa houve um problema técnico que fez parar a partida por alguns minutos. Se a eXploit estava a ganhar por 3-0, o regresso do intervalo forçado dilatou o resultado para 6-0, levando a equipa azul temer pelo pior. Apenas iria pontuar na seguinte, reduzindo para 6-1.

Até aos 9 pontos a eXploit não baixou o acelerador e foi complicando as contas da sua rival, que embora fosse pontuando timidamente, via fugir o resultado. Aos 12-6, a OFFSET mostrava-se bastante intranquila, face mais visível de Stadodo que pedia mais de Rizza. O primeiro match point surgia com o marcador a registar 15-8, garantindo o overtime, pelo menos, à equipa vermelha.

A eXploit acabava mesmo por surpreender e diversas horas depois, com empates nas partidas, e algumas delas levadas a overtime, vencia o seu rival OFFSET por 16-14. Sim, a OFFSET ainda tentou uma recuperação impressionante, mas desta vez o título de campeão da LPCS calhou à equipa do diamante.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.