A prata foi mais que merecida para a FTW Esports, que ficou em segundo lugar nas finais do torneio EEG Malta 3.0, decorrida na cidade de Ta’Qali durante o último fim-de-semana. Torneio Minor de Call of Duty, que também contou com a equipa portuguesa GTZ Bulls a disputar um prize pool de 5.000 euros, entre 28 emblemas internacionais.

A história do percurso das duas equipas é bem curiosa, e ambas estão ligadas, sem nunca se terem confrontado. Senão vejamos. Os Bulls arrancaram mal a competição, perdendo o jogo da primeira ronda com a Electrify, sendo remetida para a Loosers Bracket. A partir daí a equipa foi lutando, ronda à ronda com as equipas que foram caindo até ao quarto jogo. O destino viria a colocar novamente a Electrify no caminho dos Bulls, que mais uma vez venceria a equipa portuguesa, ditando o fim da sua carreira no torneio, nas semi-finais…

tek FTW

Por outro lado, a FTW Esports venceu a Tehrian Isotopes na primeira ronda, mas viria a encontrar a BlackClaw na segunda, perdendo e caindo para a Loosers Bracket. Na ronda seguinte a BlackClaw mandaria para baixo a carrasca da GTZ Bulls, a Electrify. A equipa portuguesa foi vencendo as partidas seguintes tranquilamente, apanhando na ronda 5 a Electrify logo após esta ter vencido a Bulls. Mas a conterrânea FTW Esports assumiu a vingança e seguiu em frente. Enquanto, isso, na Winners Bracket, a BlackClaw continuava a mandar para baixo novos oponentes à FTW, que as “comia ao pequeno-almoço”, a última foi a Eternal, numa vitória limpa de 3-0.

A grande final foi assim o “rematch” entre a FTW e a BlackClaw, com a equipa portuguesa a jurar “vingança” pelo resultado anterior. A partida foi extremamente bem disputada, com a equipa portuguesa a pontuar primeiro em Bo5, no mapa Gun Runner do modo Hardpoint. Já o segundo mapa foi Hackney Yard, no modo Search and Destroy, dando vitória à BlackClaw, que empataria o encontro. O terceiro jogo foi também amealhado pela equipa, e no quarto, quando já os adeptos faziam a festa perante a sua equipa a vencer por 239-223, a FTW foi amealhando pontos, e quando bastariam 2 mortes à BlackClaw para fechar o mapa e o encontro, a FTW Esports deitou fogo à arena ao conseguir a reviravolta e acabar o encontro em 248-250, voltando a empatar a final. As reações podem ser ouvidas no vídeo publicado na conta do Twitter da equipa portuguesa.

Por fim, o mapa do tira-teimas, foi Gun Runner no modo Search and Destroy. No primeiro encontro, a BlackClaw deu 6-0 à equipa portuguesa, numa melhor de 10. Mas neste rematch a FTW prometia ter aprendido com a sua adversária e estaria pronta a discutir os pontos. E assim o fez, de tal forma que no final da partida as equipas acabaram empatadas 5-5. O ponto de desempate calhou à BlackClaw, vencendo o torneio, literalmente por uma “unha negra” que assenta que nem uma luva no nome da equipa… Apesar desta ter derrotado todas as equipas para vencer o torneio, a BlackClaw nunca esperaria uma FTW tão forte na final.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.