Muitos jogadores de CS: GO estão a virar-se para o Valorant, um FPS cada vez mais nas manchetes competitivas, ao angariar não só grandes equipas que apostam agora no jogo, como talento com a experiência competitiva do título da Valve. E a portuguesa sAw, uma das melhores formações de CS: GO pretende manter-se intacta na prestação muito boa de 2020. Mas a sua ambição é crescer como formação, acrescentando agora Valorant.

“A partir de agora, contamos com mais uma formação de Warriors que, em conjunto com a equipa de CS: GO, prometem revolucionar o cenário dos eSports em Portugal”, refere a equipa. Assim, a organização adiciona os Warriors como a sua equipa de Valorant, depois desta ter perdido o patrocinador principal da Bet7. Os jogadores decidiram manterem-se juntos enquanto procuravam uma organização, que acabou por acontecer.

Quando o projeto com a Bet7 acabou, a equipa acabou por ficar desfalcada, tendo ficado na formação apenas três jogadores titulares: Alexandre "Phatt" Silva, Gabriel "starkk" Marques e Eduardo "Addicted" Torres. O quarto jogador, Tiago "mowzassa" Rodrigues assumiu a liderança técnica da equipa, como treinador. Apenas saiu da formação Tiago "LionClaw" Moreira.

As duas vagas abertas foram preenchidas por João KillDreaM Ferreira, um dos melhores jogadores de CS: GO nacionais, e o ex-UCAM Dmytro "dimaxx" Paliy.

A equipa já foi colocada à prova no qualificador do Valorant Champions Tour, tendo ficado no Top 16, a um encontro da qualificação para o torneio principal: depois de bater a Movistar Riders e duas partidas sem contestação, acabou por cair aos pés da Guild Esports.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.