O golo da AFA na vitória desta sexta-feira surgiu aos quatro minutos, por intermédio de Lucífica, que carimbou o passe da equipa de sub-17 à grande final do campeonato da categoria, deixando pelo caminho os tricolores.

Em pleno Estádio Nacional de Ombaka, a AFA entrou melhor e numa oportunidade flagrante, logo nos primeiros minutos do jogo, fez o único golo que ditou o resultado final. O Petro, por sua vez, respondeu em contra-ataques, não conseguia levar perigo a baliza contrária.

A velocidade em campo, aliada a vontade de vencer, fez com que as duas agremiações protagonizassem um bom espetáculo de futebol para a alegria das poucas dezenas de adeptos presentes na catedral do futebol benguelense.

Na outra partida das meias-finais, o 1º de Agosto eliminou a atual campeã a Académica do Lobito (2-0), garantindo o apuramento à final do próximo domingo.

Assim, 1º de Agosto e AFA chegam a esta final confirmando o estatuto de melhores equipas do nacional: a turma “militar” invicta em todo o campeonato e vencedora da fase regular na série C, e os pupilos da academia líderes da série.

A formação “rubro-negra”, treinada por Telmo Costa, fechou a fase regular em primeiro lugar, com três vitórias e um empate, enquanto a AFA na primeira posição do grupo A, com seis pontos, fruto de duas vitórias.

Tratando-se das duas melhores equipas, antevê-se uma final muito equilibrada e disputada até ao último minuto, mas com o resultado a ser decidido nos detalhes.

O 1º de Agosto procura mais um título para a sua montra, enquanto a motivada AFA, comandada pelo treinador Pedro Boaventura, pretende contrariar o domínio dos “militares”. De qualquer forma, a equipa que menos erros cometer será campeã.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.