O Sagrada Esperança viaja esta semana para a Tanzânia, onde defrontará o Young Africains Sports Club no dia 8 de Maio, às 16h00 locais, no jogo referente à primeira mão da quarta e última eliminatória de acesso à fase de grupos da Taça Nelson Mandela.

Com saldo positivo nas competições africanas de futebol, o Sagrada Esperança dá alento aos angolanos e alimenta a esperança de eliminar o adversário, a partir do primeiro encontro, onde espera vencer ou somar pelo menos um ponto.

O reencontro acontece no dia 18, no Estádio do Dundo, na província da Lunda Norte, plateia em que o público angolano promete estar em massa, afim de apoiar o único 'sobrevivente’ do país nas competições africanas.

A equipa técnica do Sagrada continua a estudar os detalhes do adversário, que também tem o mesmo objectivo: chegar à fase de grupos da Taça Nelson Mandela.

Com a viagem da equipa nos próximo dias, o jogo da décima primeira jornada do campeonato nacional, vulgo Girabola Zap, frente ao Progresso da Lunda Sul, ficará adiado sem previsão para a sua realização.

O ponta-de-lança veterano do Sagrada, Love Kabungula, um dos melhores artilheiros nas competições africanas em curso, está em boa forma desportiva. Entretanto, prometeu trabalhar mais na finalização para cumprir a sua missão de marcar golos dentro e fora de casa.

“Estou a fazer o meu trabalho, contudo espero estar sempre bem de saúde e em campo, de modo a continuar a dar o meu melhor à equipa. Eu confio na equipa técnica e nos meus colegas e esperemos que as coisas corram bem para fazer um bom resultado”, realçou a principal figura do emblema.

No último jogo das eliminatórias, o Sagrada Esperança afastou o Mokanda do Congo Brazavile e, por isso, a direção do clube ofereceu um prémio de 5000 mil dólares norte-americanos à equipa.

Com esse valor monetário, a agremiação angolana sentiu ainda mais o peso da responsabilidade e o interesse da direção do clube e correspondeu dando mais de si em campo do que o adversário.

De recordar que, em 2010, o Young Africains da Tanzânia eliminou a equipa ‘gigante’ do Petro de Luanda, em pleno Estádio da Cidadela Desportiva. Mas como cada jogo tem a sua história, o Sagrada não se sente intimidado, mas sim confiante para concretizar o seu objectivo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.