O Benfica garantiu um importante triunfo na receção ao Rio Ave, em jogo a contar para a 15ª jornada, e fechou as contas de 2016 em relação ao campeonato nacional com uma série de três triunfos consecutivos depois da derrota no Funchal diante do Marítimo. Os dois golos anotados na primeira parte, pelo grego Mitroglou, aos 13 minutos, e por Pizzi, aos 42, foram suficientes para fazer uma gestão controlada no etapa complementar e recuperar os quatro pontos de vantagem para o segundo classificado da prova, o FC Porto.

Os melhores

Pizzi - O médio português voltou a demonstrar que está num grande momento de forma e foi determinante no triunfo do Benfica frente ao Rio Ave. Com a assistência para o primeiro golo de Mitroglou, e o golo perto do intervalo, Pizzi praticamente sentenciou o jogo e garantiu uma gestão controlada na segunda parte.

Ederson - Começa a tornar-se habitual nos destaques do Benfica, mas a verdade é que o guarda-redes brasileiro voltou a ser decisivo num momento crucial do jogo ao fazer uma grande defesa aos 65 minutos a remate de Rúben Ribeiro.

Os piores


Fejsa - Irreconhecível. O médio sérvio deu sinal de alguns problemas físicos e falhou muitos passes assim como faltou pressão sobre o adversário. Esteve bem no capítulo defensivo ao fazer as dobras necessárias aos centrais, mas não conseguiu ser a 'trave-mestre' que normalmente permite ao Benfica um maior equilibrio nas transições.

Rui Costa - O árbitro do jogo acabou por ser protagonista mas pelas piores razões ao não assinalar uma grande penalidade contra o Rio Ave quando estavam decorridos oito minutos de jogo. Gonçalo Guedes é 'abalroado' sem misericórdia por Filipe Augusto mas o árbitro mandou seguir.

O momento

O golo de Kostas Mitroglou aos 13 minutos foi decisivo para o desenrolar do jogo. O Rio Ave foi ao Estádio da Luz com uma estratégia bem planeada e com bons intérpretes. No entanto, o golo do grego acabou por obrigar a equipa de Luís Castro a correr contra o prejuízo o que dificultou a execução do plano inicial.

Reações:

Tarantini: "Benfica não valorizou o futebol"


André Almeida: "Acabámos o ano onde queríamos estar"


Luís Castro: "Acabámos por fazer uma boa segunda parte"


Rui Vitória comentou o regresso de Jonas à Luz


Luís Castro: "O que fez a diferença foi a eficácia do Benfica"


Rui Vitória: "Não queremos conforto ou tranquilidade, queremos é somar vitórias"


Rui Vitória: "O segundo cartão a Pizzi é justo, mas o lance do primeiro não vi"

Curiosidades:

- Rio Ave em 2016 no campeonato: 35 jogos, 15 vitórias, 7 empates e 13 derrotas. 41 golos marcados, 43 sofridos.

- Benfica e Rio Ave apresentam, à 15.ª jornada, mais pontos que na época passada por esta altura: SLB + 4; Rio Ave +2

- Esta foi a sexta vitória consecutiva do Benfica em casa na Liga, igualando o melhor registo da época passada.

- Foi a primeira derrota de Luís Castro como treinador do Rio Ave, ao 5.º jogo.

- Benfica em 2016 no campeonato: 35 jogos, 31 vitórias, 2 empates e 2 derrotas. 86 golos marcados, 20 sofridos.

- Luís Castro sofreu a 4.ª derrota em 4 jogos no Estádio da Luz (por 3 equipas).

- Nos 16 jogos realizados na Luz no ano de 2016, o Benfica marcou em todos.

- Esta foi a quarta vitória consecutiva do Benfica em todas as provas depois de duas derrotas consecutivas.

- Esta foi a segunda expulsão na carreira de Pizzi. Antes, tinha sido expulso em maio 2014, pelo Espanyol, frente ao Real Madrid.

- O Benfica continua sem perder em casa frente ao Rio Ave (24 jogos).

- O Rio Ave ficou em branco fora de casa pela 1.ª vez neste campeonato, ao 7.º jogo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.