O futebolista Ilya Shkurin recusou representar a seleção bielorrussa, em protesto contra a presidência de Alexandr Lukashenko, que enfrenta uma enorme contestação, informou hoje o avançado do CSKA Moscovo, na rede social Instagram.

“Recuso-me a representar os interesses da seleção enquanto o regime de Lukashenko estiver no poder. Viva a Bielorrússia!”, escreveu o ponta de lança, de 20 anos.

O jogador do clube russo tomou esta posição depois de vários milhares de manifestantes se juntarem em Minsk e noutras cidades da Bielorrússia para protestarem contra a reeleição de Lukashenko, no passado dia 09, denunciando fraudes e uma repressão violenta do poder.

Shkurin, que havia sido convocado para a seleção principal, vai falhar os jogos da Liga das Nações agendados para setembro, diante de Albânia e Cazaquistão.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.