Henrique Calisto afirmou hoje que a rescisão de contrato com a equipa do Muangthong United foi motivada por desacordo sobre a utilização de Robbie Fowler, e garante que o futebolista inglês foi contratado sem o seu acordo.

«A cessação foi motivada por desacordo sobre a utilização do jogador Robbie Fowler», refere o treinador em comunicado, acrescentando que o internacional inglês «foi contratado em julho, com o total desacordo da equipa técnica».

Henrique Calisto esclarece que «era sucessivamente pressionado para a utilização sistemática do jogador» que considera «ter um rendimento insuficiente».

O comunicado, divulgado pela assessoria de imprensa do treinador português, refere que «por por não haver acordo quanto a utilização de Robbie Fowler, entre a direção e o treinador, tendo em ponderação os acordos comerciais com os sponsors que custearam a contratação do atleta, ambas as partes decidiram rescindir o contrato de mutuo acordo».

O técnico entende que o motivo invocado para a rescisão de contrato com o clube tailandês fica claro com o facto de o jogador, de 35 anos, ter assumido as funções de treinador logo após a sua saída.

«Para reafirmar que o motivo da rescisão tem origem no jogador Robbie Fowler e na sua pouca utilização, a prova real é que após a saída do treinador Henrique Calisto, no lugar que ocupava foi colocado o jogador Robbie Fowler como treinador, logo no dia seguinte à rescisão do contrato», indica o comunicado.

Henrique Calisto refere ainda que Robbie Fowler, que se destacou ao serviço do Liverpool, «não tem habilitações para exercer o cargo de treinador» facto que é «proibido pelos regulamentos do futebol».

O técnico português considera que «não há motivos desportivos para qualquer insatisfação do clube» em relação ao seu trabalho, lembrando que deixa o Muangthong «a 12 pontos do primeiro classificado (da liga tailandesa)», mas com dois jogos a menos, e que «nos últimos 12 jogos para o campeonato ganhou 10 e empatou dois».

Henrique Calisto, que deixou Muangthong pouco depois da eliminação da equipa da Liga dos Campeões asiáticos, chegou à formação tailandesa em março de 2011, depois de ter deixado o comando técnico da seleção de futebol do Vietname.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.