Todos os clubes da Segunda Liga decidiram aderir ao Movimento "Sem Adeptos Não Há Futebol". Os 16 emblemas do segundo escalão do futebol nacional juntam-se assim a uma iniciativa subscrita por dezenas de personalidades do futebol, que pretende pressionar as autoridades competentes a autorizarem o regresso do público aos estádios.

“Este é um apoio massivo por parte dos clubes. Além dos emblemas da Segunda Liga, já muitas equipas da Primeira Liga subscreveram o Manifesto e estou certo que todas acabarão por aderir a esta causa que é de todos. Temos de lutar pelos Adeptos do futebol, pelos clubes e pelas competições”, afirma Paulo Lopo, presidente da Assembleia Geral do Leixões e um dos promotores do Movimento.

Além dos clubes já referidos, outras 40 personalidades tornaram-se signatárias do movimento, entre as quais o jogador Francisco Geraldes, o treinador Vítor Oliveira, os humoristas Raminhos e Bruno Ferreira, o ex-jogador Carlos Xavier, Nuno Lobo, presidente da Associação de Futebol de Lisboa, e Mário Costa, presidente da Assembleia Geral da Liga.

Assinam o manifesto do movimento 67 personalidades do mundo do futebol, e não só, entre as quais Jorge Jesus, Sérgio Conceição, Pedro Proença, Paulo Futre, Nuno Gomes, Manuel Fernandes, Deco e Fernando Couto.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.