A Autoridade de Saúde Regional dos Açores autorizou o início das camadas jovens em plena pandemia de covid-19, confirmaram à Lusa as associações de futebol (AF) de Ponta Delgada, Horta e Angra do Heroísmo.

“Para já, temos um cenário bastante mais animador do que no continente e na Madeira, tirando partido da nossa realidade geográfica e dos controlos rigorosos nos aeroportos. Há aqui uma série de desafios muitos importantes que convém ultrapassar da forma mais correta”, partilhou o presidente da câmara ponta-delgadense, Robert da Câmara.

O campeonato sénior de São Miguel arranca em 27 de setembro, enquanto os escalões de juniores e juvenis iniciam-se em 03 de outubro, num “princípio da gradualidade” que antecede o começo dos iniciados (dia 10), dos infantis (dia 17) e dos benjamins (dia 24), de forma a “favorecer a adaptação dos responsáveis dos clubes a novas realidades”.

Os dois escalões mais baixos aguardam pelos sorteios, tendo em conta as orientações de uma circular informativa da Direção Regional da Saúde, que autoriza o regresso do futebol de formação nos Açores e a presença de público nos recintos até 10% da lotação, mediante o uso de máscara e distanciamento até dois metros entre os espetadores.

“Até certo ponto, percebo que o Governo esteja receoso e expectante pela forma como decorrerá o regresso às escolas. Contudo, os miúdos estão inquietos e a saúde física e mental deles também está em causa. Entre tomar uma má decisão ou descartar qualquer decisão, tudo isso tem de ser avaliado”, apontou o dirigente hortense Eduardo Pereira.

O organismo que tutela as provas nas ilhas do Faial, Pico, Flores e Corvo vai albergar a partir de 04 de outubro o campeonato dos Açores, repartido em sistema rotativo anual pelas três associações do arquipélago, no mesmo fim de semana em que arrancam os jogos de seniores, juniores, juvenis e iniciados relativos aos campeonatos da AF Horta.

Apesar da maioria dos calendários estar delineada, “não há nada definitivo e as regras amanhã já podem ser outras”, como sentiu a entidade de Angra do Heroísmo, tendo a ilha Graciosa aprazado o arranque global para 26 e 27 de setembro, mas a Terceira e São Jorge tiveram de adiar para 04 de outubro o início faseado dos diversos níveis de formação.

“Deve-se à impossibilidade que os clubes tiveram para treinar em recintos camarários ou do Governo regional. Atendendo a essas condicionantes, estivemos sempre disponíveis para reagendar o início das provas. A resposta tem sido muito positiva, a vontade é imensa e não temos objeções”, frisou o líder interino Maurício Toledo.

O triunfo do Santiago sobre o Vale Formoso (4-3), em 29 de agosto, assinalou o primeiro encontro oficial de futebol sénior nos Açores após a interrupção das competições, tendo decorrido à porta fechada no Complexo Desportivo da Ribeira Grande, em São Miguel, e decidido o representante de Ponta Delgada no campeonato principal do arquipélago.

O início global do desporto de base nos Açores dispensa testes obrigatórios à covid-19 e abrange todas as modalidades e escalões, à exceção dos eventos sob a égide das federações nacionais, que obedecem às orientações da Direção-Geral da Saúde, responsável pela paralisação das competições jovens de norte a sul do continente.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.