A Espanha, campeão europeia em título, e o Brasil, três vezes vencedor da prova (1997, 1999 e 2003), qualificaram-se hoje para as meias-finais da 17.ª edição do Mundial de futebol de sub-17, a decorrer na Índia.

Os espanhóis, que marcaram encontro com o Mali, superaram o sobrevivente asiático Irão por 3-1, enquanto os brasileiros bateram a Alemanha por 2-1, depois de terem começado a perder, e vão discutir o acesso à final com a Inglaterra.

No primeiro encontro do dia, a Espanha dominou o Irão e chegou a 3-0, com tentos de Abel Ruiz, aos 13 minutos, Sergio Gomez, aos 60, e Ferran Torres, aos 67. Aos 69, os iranianos reduziram, por Saeid Karimi, mas já não ‘assustaram’ os europeus.

Por seu lado, a Alemanha chegou ao intervalo a bater o Brasil por 1-0, graças a uma grande penalidade convertida por Jann-Fiete Arp, aos 21 minutos, mas, no segundo tempo, no espaço de oito minutos, Weverson (71) e Paulinho (77) viraram o resultado.

As meias-finais do Mundial de sub-17, entre Espanha e Mali e entre Inglaterra e Brasil, realizam-se na quarta-feira.

No sábado, o Mali venceu o Gana por 2-1, com tentos de Hadji Drame, aos 15 minutos, e Djemoussa Traore, aos 61. Aos 70, Kudus Mohammed reduziu, de grande penalidade.

Por seu lado, os ingleses superaram os Estados Unidos por 4-1, num embate em que brilhou Rhian Brewster, autor de um ‘hat-trick’, com tentos aos 11, 14 e 90+6 minutos, o terceiro na transformação de uma grande penalidade.

Gibbs White apontou o outro tento dos europeus, aos 64 minutos, enquanto Josh Sargent marcou, aos 72, o tento de ‘honra’ dos norte-americanos, que acabaram com 10 unidades, depois da expulsão de Sergino Dest, aos 90+5.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.