Em declarações ao El País, Paulo Futre não deixou de elogiar um ídolo, desde que se conhece.

"Foi o único futebolista do mundo que vi fintar com as ancas. Um, dois, três. Os adversários ficavam fora da jogada só com os movimentos dele. Quando tinha 12, 13, 14 anos e tinha de fazer a viagem de uma hora e um quarto no maldito barco de Lisboa até ao Montijo arranjava uma garrafa para fazer de bola e tentava imitá-lo", recordou, comparando mesmo o antigo internacional português a Diego Maradona.

"Chalana era técnica, drible, progressão. Vi coisas dele em Conti e Maradona. Era destro, mas toda a gente pensava que era canhoto porque jogava da mesma forma com os dois pés. E o seu jogo de cintura era único", acrescentou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.