O técnico Jorge Costa anunciou hoje, em conferência de imprensa, que vai abandonar o Gaz Metan, da liga romena de futebol, e revelou que está perto de voltar a trabalhar em Portugal.

“Tenho a minha mulher e os meus pais em Portugal e é cada vez mais difícil estar longe. Há dois dias, recebi uma chamada de um clube português e tomei uma decisão. Pode ser algo egoísta, mas expliquei tudo aos jogadores. O futebol é a minha vida, mas também tenho vida privada e vou regressar a casa”, afirmou Jorge Costa.

O treinador, de 49 anos, frisou que resolveu abandonar o Gaz Metan, que comandava desde o início da temporada, apenas por “questões familiares” e rejeitou que questões financeiras tenham ditado a sua decisão.

“Desde que aqui cheguei, recebi propostas da Arábia Saudita, Tunísia e de uma seleção, mas recusei, porque o mais importante não é o dinheiro”, revelou.

De acordo com a imprensa desportiva, Jorge Costa poderá assumir o comando do Farense, último classificado da I Liga, que hoje oficializou a saída de Sérgio Vieira.

O antigo defesa-central e capitão do FC Porto deixa o Gaz Metan no nono lugar do campeonato romeno.

Em Portugal, Jorge Costa já treinou Sporting de Braga, Olhanense, Académica, Paços de Ferreira e Arouca.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.