O ex-selecionador de futebol de Espanha, Luis Enrique, anunciou hoje a morte da sua filha Xana, de apenas nove anos, vítima de doença.

“A nossa filha Xana faleceu esta tarde com nove anos de idade e depois de lutar durante cinco meses contra um osteossarcoma”, escreveu no Twitter, referindo-se a um tumor ósseo maligno.

O antigo futebolista do Sporting Gijon, Real Madrid e FC Barcelona agradeceu as “manifestações de carinho durante estes meses” e pediu “discrição e compreensão”.

“Vamos sentir imenso a tua falta, mas recordar-te-emos cada dia das nossa vidas com a esperança de que nos voltemos a encontrar no futuro. Serás a estrela que guia a nossa família. Descansa, Xnita”, completou.

O presidente do FC Barcelona, Josep María Bartomeu, manifestou “todo o apoio e afeto” do clube e garante que “todos os barcelonistas sentem muito a perda de Xana”.

“Mister, sinto-o na alma. Descansa, Xana”, acrescentou o ‘capitão’ Piqué.

O Real Madrid também se uniu à dor, enviando “os mais sentidos pêsames nestes momentos tão difíceis”.

O Atlético de Madrid endereçou “os mais sentidos pêsames pela terrível perda”, desejando à familia “muita força nestes duros momentos”.

O presidente do governo, Pedro Sánchez, enviou um “sentido abraço”, assumindo que “não há palavras que possam acompanhar esta dor”: “O meu sentido abraço a Luís Enrique e a tua a sua família ante a perda da sua pequena Xana.”

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.