O treinador português Carlos Secretário, que hoje assinou por duas épocas com o Lusitanos Saint-Maur, da quinta divisão francesa de futebol, mostrou-se agradado com o projeto do clube, “que quer subir paulatinamente patamares rumo às ligas mais fortes”.

“Pelo que já vi e pelo que me foi proposto, terei todas as condições para fazer um excelente trabalho e estou muito feliz por isso. Vou tentar agarrar esta oportunidade, pois é para isso que aqui estou”, referiu Carlos Secretário à agência Lusa, à margem da sua apresentação como treinador do Lusitanos Saint-Maur.

Carlos Secretário, de 45 anos, vai cumprir no Lusitanos, clube de Saint-Maur-des-Fossés, arredores de Paris, a sua segunda experiência como emigrante, depois de, enquanto jogador, ter representado o Real Madrid (1996/97), proveniente do FC Porto, clube que representou nos períodos de 1993/1996 e 1998/2004.

“Espero que tenha mais sucesso desta vez do que no Real Madrid, onde, infelizmente, as coisas não me correram pelo melhor. Espero agora que, noutra função, como treinador, ter esse êxito que procuro”, acrescentou Carlos Secretário.

Após um primeiro contacto com a realidade do clube, Carlos Secretário admite levar para o Lusitanos Saint-Maur três ou quatro jogadores portugueses para preencher lugares deficitários no plantel e, desta forma, tornar a equipa mais forte e competitiva.

Secretário mostrou-se, no entanto, consciente das dificuldades e, apesar de se afirmar ambicioso e em sintonia com o projeto do clube, revelou ter os pés bem assentes na terra quando questionado com a hipótese de subida.

“Vamos lutar por isso. Fiz questão de dizer que sou uma pessoa ambiciosa, mas, por norma, costumo ter os pés bem assentes na terra. Tenho um discurso ponderado. O importante, para mim, é ver jogo a jogo, não estar a fazer contas antecipadas e, depois, ir vendo até que ponto é que podemos ir”, disse.

Secretário já reuniu material para estudar a equipa, bem como os adversários, e iniciará entre 15 e 18 de julho o trabalho de campo em Saint-Maur-des-Fossés, onde, pelo que já teve oportunidade de observar, dispõe de “condições excelentes”.

Depois de Maia, Lousada, Arouca e Salgueiros, Carlos Secretário inicia no Lusitanos Saint-Maur nova experiência como treinador, num clube que tem e preserva identidade portuguesa, quer ao nível de jogadores portugueses ou com ascendência lusa quer ao nível de técnicos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.