A polícia de Bicske está a investigar o ex-internacional português e atual treinador de futebol dos húngaros do Videoton, Paulo Sousa, por, alegadamente, ter agredido com uma cabeçada um jornalista, noticia hoje a imprensa húngara.

As investigações sobre Sousa, que treina o Videoton desde junho deste ano, foram abertas depois de na semana passada o treinador ter agredido, num jogo particular, o jornalista Bence Borbola, do diário desportivo Nemzeti Sport.

De acordo com o diário, o português, que jogava na equipa de treinadores contra a equipa de redatores, deu uma cabeçada no jornalista, que teve de levar três pontos.

Sousa classificou então o episódio como um «acidente», enquanto a organização de jornalistas desportivos (MSUSZ) expressou oficialmente a sua «preocupação» pelo incidente, qualificando-o de «inaceitável».

Sousa foi internacional por 51 vezes e, em 1996, ganhou a Liga dos Campeões com os italianos da Juventus, para no ano seguinte sagrar-se campeão europeu ao serviço dos alemães do Borussia de Dortmund.

O Videoton, com sede em Székesfehérvár, ao sul de Budapeste, ocupa o sexto lugar da primeira divisão húngara com 14 pontos, em nove jornadas.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.